SISTEMA DIGESTÓRIO

          Quando escrevi no meu primeiro livro (Crônicas em Estado Crônico, em 1998) “Brasil, mostra a sua bunda. Acho que exagerei um pouco”, na verdade, não exagerei nem um pouco, porque o Brasil está mostrando a sua bunda desde então.

          Vamos começar a narrar. O alimento entra pela boca. A política também, através de candidatos inescrupulosos, corruptos e outros adjetivos mais. Falam em muitas promessas e que o Brasil é um país do futuro. Notem, meus caros leitores, que o Brasil é um país do futuro desde 1500.

          Na boca, trituramos o alimento através dos dentes, enquanto a saliva o envolve formando o bolo, para que ele seja engolido suavemente. Os políticos dizem um monte de   besteiras que nós engolimos não tão suavemente.

          A faringe e o esôfago são responsáveis pelo transporte do bolo alimentar ao estômago. Os deputados e senadores são responsáveis pelo transporte do bolo de falcatruas ao congresso.

          As paredes do estômago esmagam o alimento por meio de fortes contrações musculares. Além disso, ele produz o suco gástrico, um conjunto de poderosos ácidos e enzimas, que transformam o alimento numa pasta quase líquida. Os políticos nos esmagam com leis formadas por eles e ainda produzem propina, que é um conjunto de “cascalhos, bufunfas e dindins”, para isso, precisa-se do tráfico de influências.

          O fígado produz um líquido amarelo-esverdeado chamado bile e o envia para a vesícula biliar, onde ele pode ser armazenado. Lançada no intestino delgado, a bile tem a função de emulsificar a gordura. Os políticos, com os poderes verde e amarelo, chamado de congresso, onde deveriam ser enviadas propostas para a melhoria do país, às vezes, nem enviadas são. Os deputados e senadores tentam dissolver as melhorias para o povo, deixando apenas as que os favorecem.

          O pâncreas também colabora no processo de digestão, produzindo suco pancreático, rico em enzimas, que será jogado no intestino para quebrar carboidratos, proteínas e gorduras. Este papel cabe ao STF, analisando as leis ricas em artigos, prontas para serem julgadas.

          No intestino grosso, boa parte da água e alguns sais minerais, são absorvidos. O que resta, as fezes, é eliminado. No Brasil, é quase isso: difícil de absorver o que presta, e o que não presta, também é difícil de ser eliminado.

“Brasil, mostra a sua cara. Quero ver quem paga para a gente ficar assim”

Brasil, mostra a sua Bunda. Quero ver quem limpa para a gente não ficar assim. Cagado.

          Precisa de muito papel higiênico para limpar essa bunda ou toda essa merda.

Publicado por Nelson Faria

Eu sou o que sou, porque faço da minha maneira. Simples assim. Sem prejudicar ninguém e amando todos, independente de raça e religião. Palmeirense de coração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: