NÚMEROS PRIMOS

Números primos são números naturais que têm apenas dois divisores diferentes: o 1 e ele mesmo.

Exemplos: 2 tem apenas os divisores 1 e 2, 

3 tem apenas os divisores 1 e 3

5 tem apenas os divisores 1 e 5 e assim por diante, 7, 11, 13…

Agora, se falarmos em número de primos, não posso esquecer da minha família.

Minha vó, mãe da minha mãe, teve 6 filhas, uma morreu, e ficaram 5. Calma leitores, não é para fazer contas agora. As outras, me deram inúmeros primos, menos a minha mãe que deu uma irmã maravilhosa e que amo demais. Minha mãe e a caçula das filhas tiveram só 2 filhos. A filha mais velha gerou 3 filhos, uma filha com 4 filhos e a outra filha que também era minha madrinha, teve…  Espera um pouco, estou fazendo as contas para não deixar nenhum primo de fora e consultando uma prima de boa memória. Teve 7 filhos, 5 que se dizem homens e 2 princesas.

Agora leitores, podem fazer as contas.

Quantas historias eu tenho para contar?

Relembraremos o tempo de infância.

Minha tia madrinha, casada com um militar, sempre mudava de cidade porque meu tio era transferido. Conheci, Atibaia, Bragança Paulista, Brodósqui, Ibitinga, Itatiba, Piracaia e Sertãozinho. Quando íamos visitá-los, meus país mantinham a viagem em segredo até a última hora, porque eu não conseguia dormir de tanta ansiedade de rever meus padrinhos e primos.

Não falarei os nomes dos primos para não ser processado.

Primos na matemática são números naturais, na nossa família, naturais eram os cachos dos cabelos de uma das primas, que eram muito bem cuidados com carinho e zelo. Hoje, quando vou ao supermercado, sempre dou uma paradinha na gondola de sucos, porque seu sobrenome é a marca de um suco de caixinha e fico relembrando o tempo de outrora.

Tenho uma prima que nasceu no dia dos mortos, mas toda família, no dia 02 de novembro só lembra do seu aniversário. Duvido que alguém, quando em sua companhia, consiga ficar triste. Além de excelente memória, tem muito bom humor e energia para dar. Num futuro bem próximo iremos nos encontrar e com certeza escreverei outra crônica falando de família, principalmente sobre tias e madrinhas.

Tenho uma prima que até hoje não come abacate por trauma de infância. Sua irmã, ao mastigar a referida fruta abriu a boca e mostrou, como no filme do exorcista. Por morarmos perto, era a prima que mais brincava. Lembro que ela cantava música em inglês e eu achava muito bonito. Prima muito inteligente.

Um primo que gostava muito de jogar futebol de botão, fazia campeonatos e tinha um caderno que marcava todos os jogos que ele participava. Só havia vitórias dele. Quando eu contestava as minhas, ele falava que eram amistosos. Hoje é famoso, tem livros publicados, vive aparecendo em programas na televisão e comentando sobre as expressões e gestos de pessoas. O corpo fala. Ele sabe quando a pessoa está mentindo ou falando a verdade. Quero encontrá-lo e desmascará-lo sobre minhas vitórias no jogo de futebol de botão.

Outro primo era tão peralta que vivia se acidentando. Uma vez, caiu de um andaime e o ferro ficou cravado em uma de suas pernas. Hoje advogado.

Outro primo, quando criança era gago e não conseguia pronunciar a letra “r”. A história que conheço foi quando, chegando em casa aos prantos, informou a sua mãe que a professora substituta havia brigado com ele só porque havia xingado sua coleguinha de classe e na verdade ele só estava pedindo a régua de volta. “ Dedevolvolva aaa miminha éégua”. Ainda bem que na época não existia celular. Não conseguiria passar trote em ninguém. Fico imaginando do outro lado da linha a voz perguntando: “Aaadidivivinha quequem é?

Voltando a matemática, errou quem falou inúmeras histórias.

Precisaria de escrever um livro e não uma crônica.

Agora uma lição de casa com as quatro operações.

Somem as suas esperanças, subtraiam conflitos, multipliquem as alegrias e não sejam como números primos e sim, dividam tudo de positivo, com tudo e com todos.

Publicado por Nelson Faria

Eu sou o que sou, porque faço da minha maneira. Simples assim. Sem prejudicar ninguém e amando todos, independente de raça e religião. Palmeirense de coração.

4 comentários em “NÚMEROS PRIMOS

  1. Nelson, o teu saudosismo é muito contagioso!!! Claro que me fez lembrar dos meus primos, primas, os locais que meus pais nasceram. Aliás meu pai foi de Sertaozinho!!!!!!E uau quantos primos!!! Demais !! Doces recordações!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: