“MÃO CHIFRADA”

Estava sentado em minha confortável poltrona reclinável, lendo um livro de crônicas de Luis Fernando Veríssimo, “Sexo na cabeça”, mas precisamente a crônica intitulada “Códigos”, quando ouço o som característico do meu celular, dizendo que chegou uma mensagem. Sempre quando estou lendo ou escrevendo, deixo o meu celular no modo silencioso, mas como tudo na vida, nada acontece por acaso, ele não estava neste modo.

Era um vídeo de 1:27, onde meu primo Paulo, no grupo da família, narrava numa barbearia no bairro de Pinheiros, na cidade de São Paulo sobre “mão chifrada” que era um gesto colocado por Ronnie James Dio, quando esteve no Black Sabbath, em 1979. Ele comentava também o gesto de “mão chifrada” que o John Lennon fez na cabeça de Paul McCartney no álbum “Yellow Submarine” em 1969. Este gesto era para espantar os maus espíritos e o mal olhado.

Não gostaria de misturar o que estava lendo com o que estava assistindo, mas é inevitável. Vou misturar sim! Quem mandou não deixar o celular no modo silencioso?

Paulo Sergio de Camargo, escritor e autor de vários livros como, “Linguagem corporal, Grafologia expressiva, Liderança e linguagem, Não minta pra mim” e outros. Meu primo famoso, que já esteve em vários programas de TV, inclusive no Fantástico, onde antes de serem julgados, o casal Nardoni, depois da entrevista dada no programa, foi analisado e consequentemente desmentido por ele, através dos gestos e expressões corporais do casal. Tem um canal no Youtube.

Luis Fernando Veríssimo, escritor, humorista, cartunista, tradutor, roteirista de televisão, autor de teatro, romancista brasileiro e saxofonista.

Agora irei colocar os dois na história desta crônica.

Os tempos antigos, eu faço voltar ao presente. Sem pretensão nenhuma.

Meu primo fala dos tempos de 1969 da “mão chifrada” e hoje no Brasil tem um significado completamente diferente, principalmente aqui no Ceará, que fazem gestos quando vão tirar fotos em grupo e sempre tem um engraçadinho que coloca a “mão chifrada” na pessoa da frente ou do lado. Significa que ele é traído pela mulher ou vice e versa. No sentido popular, “chifrudo”

Na crônica “Códigos”, Luis Fernando Veríssimo narra no passado, o significado de uma pinta num rosto feminino e tempos depois o ensinamento de como uma mulher segurava um leque. Tudo isso definia a personalidade e os segredos das mulheres.

Findando a crônica, ele diz: “Muitos anos depois, a Bel explicou para a sua bisavó Margarida que a fatia de pizza impressa na sua camiseta com “Me come” escrito em cima não queria dizer nada, mas que algumas das suas amigas usavam a camiseta sem a fatia de pizza”.

Findando a minha crônica eu pergunto ao meu primo: As camisetas com dizeres e desenhos tem algum significado?

Publicado por Nelson Faria

Eu sou o que sou, porque faço da minha maneira. Simples assim. Sem prejudicar ninguém e amando todos, independente de raça e religião. Palmeirense de coração.

11 comentários em ““MÃO CHIFRADA”

  1. Sempre vivendo e aprendendo, não é mesmo? Mais uma leitura interessante! Obrigada por mais uma!!! Continue! Adoro ler tuas crônicas!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: